Sabe aquela máxima que ensina o quanto é importante conhecer o seu inimigo para poder combatê-lo? Pois é, o mesmo vale para os cupins, que são aquelas pragas que corroem o mobiliário de madeira e também as plantas.

Para coibir esses problemas, você pode contar com a equipe de profissionais da CLS Continental, que atua há mais de 10 anos na área de descupinização, além de outros serviços que você pode conferir clicando aqui.

Sobre os  cupinzeiros, a CLS Continental divulga para você uma interessante reportagem divulgada no site “Mundo Estranho”.

De acordo com a matéria, “esses pequenos insetos habitam a Terra há muito mais tempo que o homem – já foram encontrados restos fossilizados de cupins com 55 milhões de anos. Ao contrário do que se possa pensar, eles não se alimentam só de madeira, mas também de plantas e fungos. Por isso, exercem um papel importante na decomposição da matéria orgânica, contribuindo para deixar o solo mais fértil.

Os tipos de ninho variam de uma espécie para outra, sendo os mais comuns os subterrâneos, os arborícolas (construídos em galhos e troncos de árvores), os em madeira e os ninhos de montículo, que ficam no solo e podem ser vistos em pastagens”.

E para combater esses insetos, somente profissionais especializados como a CLS Continental possuem os equipamentos e inseticidas adequados para eliminá-los, sem danificar a natureza e o meio ambiente.

entre em contato com a CLS Continental, pelos tels.: 11 3427-1727, 3341-0594, 4725-5051, Nextel: 99*26316, Claro (11) 98166-2213, Oi (11) 96959-6206, Vivo (11) 99827-9622 e Vivo (12) 99737-2727.

Atendemos todo Alto Tietê e litoral e Grande São Paulo.

Categories: controle de pragas, cupins, descupinização, pragas urbanas

Tags: ,

Leave a Comment

Ne alii vide vis, populo oportere definitiones ne nec, ad ullum bonorum vel. Ceteros conceptam sit an, quando consulatu voluptatibus mea ei. Ignota adipiscing scriptorem has ex, eam et dicant melius temporibus, cu dicant delicata recteque mei. Usu epicuri volutpat quaerendum ne, ius affert lucilius te.